sábado, 27 de maio de 2017

Śuddha-śāktas

Foto: Kṛṣṇa

"Nós somos Śuddha-śāktas [adoradores puros do feminino]. Nós somos Śāktas, não Vaiṣṇavas, mas não Vidhā-śāktas [Śāktas ordinários]. Nós somos Śuddha-śāktas. Estamos preocupados com Kṛṣṇa porque nossa Senhora Rādhārāṇī tem conexão com Ele. É por isso que O desejamos, e não o contrário."

(Śrīla Bhaktisiddhānta Sarasvatī Ṭhākura)  

Photo: Kṛṣṇa

"We are Śuddha-śāktas [pure worshipers of the feminine]. We are Śāktas, not Vaiṣṇavas, but not Vidhā-śāktas [ordinary Śāktas]. We are Śuddha-śāktas. We are concerned about Kṛṣṇa because our Lady Rādhārāṇī has a connection with Him. That's why we want Him, not the other way around."

(Śrīla Bhaktisiddhānta Sarasvatī Ṭhākura)

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Enfeitiça

"O  Santo Nome de Rādhā é um Mantra que enfeitiça Mohana Śyāma." (Love Rādhā)

"The Holy Name of Rādhā is a Mantra that bewitches Mohana Śyāma." (Love Rādhā)

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Deseja somente uma coisa

"Kṛṣṇa deseja somente uma coisa - Rādhā." (Love Rādhā)

"Kṛṣṇa desires only one - Rādhā." (Love Rādhā)

domingo, 21 de maio de 2017

Nossa evolução


Foto: Noite de Rāsa-līlā de Allison Carpenter

Nossa evolução por Taruṇ Govinda Dāsa:

"Consciência do corpo> consciência da alma> consciência do Svarūpa (Svarūpāveśa)> Svarūpa-siddhi (perfeição).

Tudo por Gurukṛpā."

Photo: Night of the Rāsa-līlā by Allison Carpenter

Our evolution by Taruṇ Govinda Dāsa:

"Body consciousness > soul consciousness > Svarūpa consciousness (Svarūpāveśa) > Svarūpa-siddhi (perfection). 

All by Gurukṛpā."

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Lobha mais valiosa que Prema

Foto por Vrṇdāvana Dāsa: Rio Yamunā.

Lobha mais valiosa que Prema

"Vaiṣṇavas Gauḍīya não adoram porque têm medo das ameaças das escrituras reveladas ou porque têm medo do inferno.

Sua adoração é natural e é baseada na avidez divina para com Deus.

Assim como as pessoas naturalmente executam seu trabalho neste mundo sem que ninguém tenha que dizer-lhes para fazer, desta mesma forma os devotos Rāgānugā realizam seu Bhajana.

A avidez devocional (Lobha) de um Rāga-bhakta é mais valiosa do que Prema de Vaidhī-bhakti. Eles não têm outra razão para adorar do que fazer a Deidade feliz com seu serviço."

(Rādhā Kuṇḍa Mahānta Śrī Ananta Dāsa Bābājī Mahārāja)

Photo by Vrṇdāvana Dāsa: Yamunā River.

Lobha more valuable than Prema

"Gauḍīya Vaiṣṇavas do not worship because they are afraid of threats from the revealed scriptures or because they are afraid of hell. 

Their worship is natural and is based on divine greed for God.

Just as people naturally perform their work in this world without having to be told by anyone, in this way the Rāgānugā devotees perform their Bhajana. 

The devotional greed (Lobha) of a Rāga-bhakta is more valuable than the Prema of Vaidhī-bhakti. They have no other reason to worship than to make the Deity happy with their service."

(Rādhā Kuṇḍa Mahānta Śrī Ananta Dāsa Bābājī Mahārāja)

Os sentidos das Mañjarīs

Foto por Vṛndāvana Dāsa: Rādhā a descansar enquanto uma Mañjarī trata da Sua roupa com a qual Ela depois vai encontrar-se com Kṛṣṇa.

Os sentidos das Mañjarīs

"O objecto da afeição das Mañjarīs é que o Casal Divino de Śrī Śrī Rādhā e Kṛṣṇa estejam juntos.

Portanto, a perfeição do poder de visão das Mañjarīs e o desejo de seus olhos é ver este Casal preso num abraço.

O desejo de seus ouvidos é ouvir as conversas murmurantes do Casal Divino e isso é o satisfazer pleno de seus sentidos de audição.

O desejo de suas línguas é saborear o sabor dos condimentos tocados pelos lábios do Casal Divino, e dessa forma seus sentidos de paladar atingem a perfeição.

Similarmente, a fragrância doce que surge nos passatempos amorosos do Casal Divino é o objecto desejado por suas narinas e sua experiência é a realização de seus sentidos de olfacto.

O senso táctil encontra plenitude na massagem dos pés e corpos do Casal Divino, e este é o único objecto de seus sentidos de tacto."

(Śrīpāda Kuñja-bihārī Dāsa Bābājī)

Photo by Vṛndāvana Dāsa: Rādhā resting while a Mañjarī deals with Her clothes with which She will later meet Kṛṣṇa.

Mañjarīs's Senses

"The object of the Mañjarīs' affection is the Holy Couple of Śrī Śrī Rādhā and Kṛṣṇa together. 

Therefore, the perfection of the Mañjarīs' power of sight and the thirst of their eyes is to see that couple locked in embrace. 

The craving of their ears is to hear the Holy Couple's sweet murmuring conversations and that is the fulfillment of their sense of hearing. 

The desire of their tongues is to relish the flavour of the condiments touched by the Holy Couple's lips, and in that way their sense of taste attains perfection. 

Similarly, the sweet fragrance that arises at the Holy Couple's amorous pastimes is the object craved for by their nostrils and its experience is the fulfillment of their sense of smell. 

The tactile sense finds plenitude in massaging the Holy Couple's feet and bodies, and this is the only object of their sense of touch."

(Śrīpāda Kuñja-bihārī Dāsa Bābājī)

domingo, 14 de maio de 2017

O melhor para o final

Foto: Śrī Śrī Kiśora Kiśorī

Este é o único caso em que o nome de Kṛṣṇa vem primeiro que o nome de Rādhārāṇī. Śrīla Prabhupāda explica que: "Neste caso, guardamos o melhor para o final." 

"Você pode cantar o Mahā-mantra enquanto contempla o seguinte.

Siga estas etapas e experimente o resultado:

1) Antes da Japa, primeiro lentamente leia a tradução de um Bhajana. Durante a leitura, tente visualizar o Casal Divino, as Sakhīs, sua forma espiritual como Mañjarī, a cena da floresta e todos os adereços.

2) Lentamente leia outra vez, aumentando a visualização ao tentar se identificar com os sentimentos e Sevās das Sakhīs que atendem o Casal Divino.

3) Feche os olhos, tente recapturar a cena, Sevās e sentimentos sendo trocados entre as Sakhīs, e o Casal Divino, Rādhā-Govinda Yugala.

4) Abra seus olhos, leia a tradução inteira novamente em voz alta.

5) Feche os olhos e comece a cantar Japa enquanto tenta "ver e sentir mentalmente" e entrar e servir tudo que você leu.

Sem dúvida, se fizer isso sinceramente, terá uma experiência incrivelmente sublime e doce durante a sua Japa. "

(Śrīpāda Mahānidhi Madanagopāla Dāsa Bābājī Mahārāja)

Photo: Śrī Śrī Kiśora Kiśorī

This is the only case that Kṛṣṇa's name appears before Rādhārāṇī's name.  Śrīla Prabhupāda explained that: "In this case, we have saved the best for last."

"You can chant the Mahā-mantra while contemplating upon the following entry. 

Follow these steps and experience the result:

1) Before Japa, first slowly read one Bhajana translation. While reading, try to visualize the Divine Couple, the Sakhīs, your spiritual form as a Mañjarī, the forest scene, and all the props.

2) Slowly read again, increasing the visualization while trying to identify with the feelings and Sevās of the Sakhīs attending to the Divine Couple.

3) Close your eyes, try to recapture the scene, Sevās and feelings being exchanged between the Sakhīs, and the Divine Couple, Rādhā-Govinda Yugala.

4) Open your eyes, read the entire piece again out loud.

5) Close your eyes, and begin chanting Japa while trying to “mentally see and feel” and enter into and serve everything you read about.

Without a doubt, if you do this sincerely you will have an amazingly sublime and sweet experience during your Japa."

(Śrīpāda Mahānidhi Madanagopāla Dāsa Bābājī Mahārāja)

A procura termina

"Toda alma procura alguém para amar. A procura termina quando você se apaixona por Śyāma."

(Śrīpāda Mahānidhi Madanagopāla Dāsa Bābājī Mahārāja)

"Every soul seeks someone to love. The search ends when you fall in love with Śyāma."

(Śrīpāda Mahānidhi Madanagopāla Dāsa Bābājī Mahārāja) 

Nosso Bhajana

"Kīrtana é o nosso Bhajana."

(Śrīla Prabhupāda)

"Kīrtana is our Bhajana."

(Śrīla Prabhupāda)

Teoria do Caos !!!

Foto: Caos !!! Ou uma "aparente" desordem. 

Poderá a Teoria do Caos "tirar" Deus da equação?

A resposta é não.

Texto adaptado de Robert J. Hutchinson:

"A Teoria do Caos têm, de facto, comprovado o ponto básico de que o sistema do Universo é fundamentalmente um "esquema de recorrência" que, embora pareça ser aleatório e que seja melhor descrito por probabilidade estatística, apresenta padrões de complexidade cumulativa.

No final, portanto, iniciamos onde começamos. 

Alguns cientistas poderão estar orgulhosos de suas novas ferramentas analíticas. No entanto, o objectivo da ciência é simplesmente descrever os mecanismos que podem ser descobertos na natureza, discernir os padrões observáveis ​​do que parecem ser, a olhos humanos sem ajuda, eventos aleatórios ou desorganizados. 

A Teoria do Caos demonstra quão incrivelmente complexos são os processos da natureza.

Mas a ciência, por sua própria natureza, deve reconhecer que suas teorias descritivas não explicam, em última análise, a origem do Universo. 

Elas apenas descrevem como o Universo funciona, não como ele veio à existência ou com que finalidade. 

Isto é incumbência da Teologia Sistemática.

É tarefa da Teologia Sistemática aprender com novas disciplinas como a Teoria do Caos e propor uma nova síntese racional que leve em conta as descobertas dessas novas disciplinas e as integre nas afirmações teológicas clássicas sobre a criação. 

Não é claro que vivamos em um Universo aleatório, mas se vivemos, a Teologia Sistemática pode mostrar como o Criador opera Seus propósitos através dos "esquemas de recorrência" de probabilidade emergente, assim como Ele o fazia sob as antigas leis da Mecânica Newtoniana."

Photo: Chaos !!! Or an "apparent" disorder.

Can Chaos Theory "take" God out of the equation?

The answer is no.

Adapted text from Robert J. Hutchinson:

"Chaos Theory have, in fact, proven the Universe system as fundamentally a “scheme of recurrence” that, while often appearing to be random, best described by statistical probability, nevertheless exhibit patterns of cumulative complexity.

In the end, therefore, we begin where we started. 

Popularizing scientists are justly proud of their new analytical tools. However, the purpose of science is to describe the mechanisms discoverable in nature, to discern the patterns observable in what appears to be, to unaided human eyes, random or disorganized events. 

Chaos Theory have demonstrated just how unfathomably complex the processes of nature actually are.

But science, by its very nature, must recognize that its descriptive theories do not, ultimately, explain the origin of the Universe. They only describe how the Universe works, not how it came into existence or for what purpose. 

It is the task of the Systematic Theology, to learn from new disciplines such as Chaos Theory and propose a new rational synthesis that takes into account the discoveries of this new discipline and integrate it into classical affirmations about creation. 

It is by no means clear that we live in a random Universe, but if we do, Systematic Theology can show how the Creator can work His purposes through the “schemes of recurrence” of emergent probability just as He could under the old laws of classic Newtonian Mechanics."

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Ekānta-bhajana

Foto: Uma moça Vrajavāsī de Varṣāṇā ocupada alegremente no seu Ekānta-bhajana.

O conceito de Ekānta-bhajana ou Ekānta-bhakti é extremamente importante.

Sem uma adoração (Bhajana) ou devoção (Bhakti) focadas exclusivamente (Ekānta) numa Deidade particular, não será possível progredir no caminho devocional.

Ekānta quer dizer que está focado, direccionado sem desvios num só objectivo.

No Śrī Prema Bhakti Candrikā, Śrīla Narottama Dāsa Ṭhākura afirma:

sakala vipatti yābe, mahānanda sukha pābe
yāra hoy ekānta bhajana || 25 ||

"Todos os obstáculos desaparecerão e o júbilo do êxtase maravilhoso será alcançado através de Ekānta-bhajana."

Mādhavānanda Dāsa explica:

"No que diz respeito à idéia de participar de muitos passatempos de acordo com diferentes humores, como você se ocupará adequadamente em servir Rādhā e Kṛṣṇa se você constantemente disser: "Por favor, desculpem-me por um momento, agora minha mente está atraída por outros humores que me atraem mais do que o Seu serviço. Estarei de volta em breve."

Certamente isso não é possível.

Claro, ao alcançar Siddhi, o Mukta-jīva certamente poderá estar presente em muitos locais de uma só vez devido aos arranjos de Yogamāyā, participando em muitas Rasas simultaneamente, mas como Sādhakas, já é um compromisso de tempo integral cultivar o desenvolvimento de um único humor. E quanta doçura e profundidade há apenas em um destes humores !!!

Quem pensa que um determinado humor tem Amṛta insuficiente para inundar a lagoa de seu coração muito além de seus limites, certamente não provou verdadeiramente uma gota dela !!!

Não é que devamos estar erraticamente viajando em círculos, como quem viaja de carona, de boleia a ir onde quer que a estrada leve.

Temos uma relação particular com Bhagavān.

Especificamente como um Sādhaka, teremos que prestar atenção ao princípio de Ekānta-bhakti, ou devoção focada, se desejamos prosseguir para algum lugar. Caso contrário, seremos levados para tantas direcções que acabaremos não indo a lugar nenhum !!!"

Fim da citação.

Gaura Premānande !!! Hari !!! Haribol !!!

Assim mesmo, um devoto Ekānti (focado) em adoração a Śrī Śrī Rādhā-Mādhava não atrae sua mente para a adoração de Vrajendranandana Kṛṣṇa sozinho sem Rādhārāṇī e nem tampouco a adoração a Śrī Hari ou Nārāyaṇa pode roubar sua mente.

Portanto, cada devoto permanecerá na companhia de Sajātiya-sādhus (devotos de mesmo humor), dedicado ao seu próprio humor específico.

No Śrī Prema Bhakti Candrikā, Śrīla Narottama Dāsa Ṭhākura afirma:

āpana āpana patha, tāte hobo anurata,
iṣṭadeva sthāne līlā gāna
naiṣṭhika bhajana ei, tomāre kohilo bhāi
hanumān tāhāte pramāṇa || 28 ||

"Com grande apego ao seu próprio caminho, cantando os passatempos do seu Iṣṭa-deva em Sua morada, tal é o Naiṣṭhika-bhajana (adoração firme), eu lhe digo, Ó irmão, e disto Hanumān é o exemplo."

A história do apego único de Hanumān a Rāma à exclusão de Dvārakādisa Kṛṣṇa é muito famosa.

Vaiṣṇavas Gauḍīyā não querem saber de nenhuma outra adoração a não ser de Śrī Śrī Rādhā-Kṛṣṇa em Vṛndāvana.

Ekānta-bhajana de Śrī Śrī Rādhā-Śyāmasundara !!!

Photo: A Vrajavāsī girl from Varṣāṇā happily occupied in her Ekānta-bhajana.

The concept of Ekānta-bhajana or Ekānta-bhakti is extremely important.

Without a worship (Bhajana) or devotion (Bhakti) focused exclusively (Ekānta) on a particular Deity, it will not be possible to progress in the devotional path.

Ekānta means that it is focused, directed without deviations to a single objective.

In Śrī Prema Bhakti Candrikā, Śrīla Narottama Dāsa Ṭhākura states:

sakala vipatti yābe, mahānanda sukha pābe
yāra hoy ekānta bhajana || 25 ||

"All obstacles will vanish and the joys of wondrous ecstacy will be attained through Ekānta-bhajana."

Mādhavānanda Dāsa explains:

"With regards the idea of ​​participating in many pastimes according to different moods, how will you properly engage in serving Rādhā and Kṛṣṇa if you constantly say, "Please excuse me for a moment, right now my mind is drawn to other moods that appeal to me more than Your service. I'll be back soon."

Certainly this is not possible.

Of course, upon reaching Siddhi, the Mukta-jīva can certainly be present in many places at once because of the arrangements of Yogamāyā, participating in many Rasas simultaneously, but like Sādhakas, it is already a full-time commitment to cultivate the development of a single mood. And how much sweetness and depth there is in just only one of these humours !!!

Whoever thinks that a certain mood has insufficient Amṛta for flooding the pond of his heart far beyond its limits, certainly has not truly proved a drop of it !!!

It is not that we are erratically traveling around, like a hitch-hiker going wherever the road leads.

We have a particular relationship with Bhagavān.

Specifically as a Sādhaka, we will have to pay attention to the principle of Ekānta-bhakti, or focused devotion, if you wish to proceed anywhere. Otherwise, you will be torn into so many directions and end up not going much anywhere at all !!! "

End of quote.

Gaura Premānande !!! Hari !!! Haribol !!!

Likewise, Ekānti devotee (focused) in worship of Śrī Śrī Rādhā-Mādhava does not draw his mind to the worship of Vrajendranandana Kṛṣṇa alone without Rādhārāṇī and nor does the worship of Śrī Hari or Nārāyaṇa attracts his mind.

Therefore, every devotee will remain in the company of Sajātiya-sādhus (devotees of the same mood), dedicated to his own specific mood.

In Śrī Prema Bhakti Candrikā, Śrīla Narottama Dāsa Ṭhākura states:

āpana āpana patha, tāte hobo anurata,
iṣṭadeva sthāne līlā gāna
naiṣṭhika bhajana ei, tomāre kohilo bhāi
hanumān tāhāte pramāṇa || 28 ||

"With great attachment to his own path, chanting the pastimes of his Iṣṭa-deva in His abode, such is Naiṣṭhika-bhajana (firm worship), I tell you, O brother, and of this Hanumān is the example."

The story of Hanumān's unique attachment to Rāma to the exclusion of Dvārakādisa Kṛṣṇa is very famous.

Gauḍīyā Vaiṣṇavas do not want to know of any other worship except for Śrī Śrī Rādhā Kṛṣṇa in Vṛndāvana.

Ekānta-bhajana of Śrī Śrī Rādhā-Śyāmasundara !!!

terça-feira, 9 de maio de 2017

Nṛsiṁha-caturdaśī Kī Jaya !!!

"Ó Senhor Nṛsiṁhadeva !!! Que eu sempre ouça o Seu búzio reverberando dentro do meu coração com a mensagem: "Meu devoto nunca será derrotado !!!"

(Orações a Nṛsiṁhadeva - Śrīpāda Mahānidhi Madanagopāla Dāsa Bābājī Mahārāja)

Nṛsiṁha-caturdaśī Kī Jaya !!!

"O Lord Nṛsiṁhadeva !!! May I always hear Your conchshell reverberating within my heart with the message: “My devotee will never be vanquished !!!”

(Prayers to Nṛsiṁhadeva - Śrīpāda Mahānidhi Madanagopāla Dāsa Bābājī Mahārāja)

Nṛsiṁha-caturdaśī Kī Jaya !!!

segunda-feira, 8 de maio de 2017

A líder

"Rādhārāṇī é a líder no que diz respeito a pensar em Kṛṣṇa."

domingo, 7 de maio de 2017

Impossível ser mais claro !!!


Foto: Nikuñja-rasa por Vṛndāvana Dāsa

amānī mānada hañā kṛṣṇa-nāma sadā la’be
vraje rādhā-kṛṣṇa-sevā mānase karibe

"Não espere honra para si mesmo, mas ofereça todo o respeito aos outros. Sempre cante o Santo Nome do Senhor Kṛṣṇa, e dentro de sua mente preste serviço a Rādhā e Kṛṣṇa em Vṛndāvana."

(CC Antya 6.237)

O serviço dentro da mente é feito através do Siddha-rūpa ou Siddha-deha.

Impossível ser mais claro !!! 

Photo: Nikuñja-rasa by Vṛndāvana Dāsa

amānī mānada hañā kṛṣṇa-nāma sadā la’be
vraje rādhā-kṛṣṇa-sevā mānase karibe

“Do not expect honor, but offer all respect to others. Always chant the holy name of Lord Kṛṣṇa, and within your mind render service to Rādhā and Kṛṣṇa in Vṛndāvana."

(CC Antya 6.237)

Service within the mind is done through the Siddha-rūpa or Siddha-deha.

Impossible to be more clear !!!

Ide e propagai !!!


Ao distribuir livros com uma mesa na Universidade local, eu tinha uma das guirlandas de Sri Sri Rukmini-Dvarkadisa (as Deidades de Los Angeles) na mesa dos livros. A guirlanda atraiu pessoas com suas belas cores e fragrâncias. Particularmente, chamou a atenção de uma funcionária de segurança feminina.

Ela estava tão atraída pela guirlanda que ela correu e perguntou: "Onde você conseguiu isso? É lindo!"

Eu disse a ela que era do nosso Templo - e agora era dela! Coloquei a guirlanda nela. Ela ficou atônita. Ela disse: "Não, não, não posso usá-la, não a mereço." Eu disse: "Sim, você merece!"

Ela estava tão feliz que usou a guirlanda o resto do dia e comprou alguns dos livros de Srila Prabhupada.

Polícia e agentes de segurança piedosos obtêm livros.

Outro dia, eu estava em uma Universidade onde um recrutamento policial estava a ocorrer. Eu vi alguns policiais que estavam usando armas vir à minha mesa. Elas sorriram. Elas apertaram minha mão e disseram o quão felizes estavam de ver esta mesa. Uma polícia disse que fez um retiro de meditação em Vrindavana e Varanasi. Ela estava animada para obter alguns livros.

Depois de dar uma doação, ela comprou mais livros para outros policiais. Eu estava pensando sobre a mudança de anos atrás, quando a polícia, por vezes, assediava os distribuidores de livros. Agora, às vezes a polícia vem até nós com alegria e amizade. 

Brighupati Dasa observou que o mundo está mudando quando policiais da América vão a Vrindavana para meditar.

Seu servo,

Jaya Caitanya Dasa


While distributing books from a table at a local college, I had one of the garlands of Sri Sri Rukmini-Dvarkadisa (the Los Angeles Deities) on the book table. The garland attracted people with its beautiful colors and fragrance. It particularly caught the attention of a female security officer.

She was so attracted to the garland that she ran over and said, "Where did you get this? It's beautiful!"

I told her that it was from our temple — and now it is hers! I put it over her head. She was stunned. She said, "No, no, I can't wear it. I don't deserve it."
I said, “Yes, you do!”

She was so happy that she wore it the rest of the day and bought some of Srila Prabhupada's books.

Pious police and security officers get books

Another day, I was at a college where a police recruitment was going on. I saw some police officers who were wearing guns coming to my table. They smiled. They shook my hand and said how happy they were to see this table. A policewoman said that she did a mediation retreat in Vrindavana and Varanasi. She was excited to get some books.

After giving a donation, she bought more books for other policemen. I was thinking about the change from years ago, when the police sometimes harassed book distributors. Now, sometimes the police come to us in joy and friendship. 

Brighupati Dasa remarked that the world is changing when cops in America go to Vrindavana to meditate.

Your servant,

Jaya Caitanya Dasa

sábado, 6 de maio de 2017

Muito mais concentrado, intenso, focado e atento

O segredo do CANTAR ATENTO !!!

Um exemplo simples da nossa experiência. Duas pessoas não poderão relacionar-se como pai/mãe e filho, amigo e amigo, espôso e espôsa se simples e genericamente consideram um ao outro como somente seres humanos. Será necessário especificar a relação. Cultivá-la. Para então estar fixo e desenvolver apego a mesma.

Assim mesmo com Kṛṣṇa. Por cantar Hare Kṛṣṇa e ouvir os passatempos de Kṛṣṇa, surge avidez (Lobha) por um relacionamento específico com Kṛṣṇa em Vṛndāvana. Relacionamento este que será gradualmente cultivado. 

Como Lobha (avidez) se manifesta:

"Se depois de ouvir a doçura dos sentimentos dos associados de Śrī Kṛṣṇa em Vraja-līlā, como descrito no Śrīmad Bhāgavatam, um devoto pensa: "Que eu também possa atingir tais sentimentos." Isto é Lobha."

(Rāga-vartma-candrikā 1.5)

E portanto, o cantar do Mahā-mantra Hare Kṛṣṇa é muito mais concentrado, intenso, focado e atento quando o Sādhaka,  juntamente com o cantar, é consciente do serviço prestado com sua identidade espiritual (Siddha-rūpa). 

Não é possível alcançar Niṣṭhā, Ruci e Āsakti se simplesmente cantamos com uma concepção genérica de que Deus é o Ser Supremo sem especificar um relacionamento (Rasa) que é cultivado gradualmente através do serviço interno com o Siddha-rūpa ou Siddha-deha.

É que não há comparação !!! É só experimentar !!! Se você fizer isso, terá uma experiência incrivelmente sublime durante sua Japa. Garantido !!!

O cantar atento significa cantar com o conceito correcto.

"O conceito interno com o qual um devoto(a) canta o Mahā-mantra irá determinar o destino deste mesmo devoto(a)."  (Śrīla Bhaktisiddhānta Sarasvatī Ṭhākura)

"Cantar com uma concepção específica errada traz resultados específicos errados, cantar sem nenhuma concepção específica não traz nenhum resultado específico, cantar com uma concepção específica inferior traz resultados específicos inferiores, e, sem surpresa, como se poderia razoavelmente presumir, cantar o Santo Nome com concepções específicas superexcelentes traz resultados superexcelentes. Não é que todo cantar é um."  (Śrīpāda Aindra Dāsa)

Bhakti-rasāmṛta-sindhu (1.2.295):

sevā sādhaka-rūpeṇa 
siddha-rūpeṇa cātra hi 

Śrīla Rūpa Gosvāmī, neste famoso verso explica que Sādhana-bhakti significa servir com o corpo físico (Sādhaka-rūpa) e o corpo interno (Siddha-rūpa ou Siddha-deha). 

Nunca mais vai dormir na Japa !!!

The secret of ATTENTIVE CHANTING !!!

A simple example of our experience. Two people will not be able to relate as father/mother and son, friend and friend, husband and wife if they simply and generically regard each other as only human beings. You will need to specify the relationship. Cultivate it. To then be fixed and develop attachment to it.

So with Kṛṣṇa. By chanting Hare Kṛṣṇa and listening to the pastimes of Kṛṣṇa, greed (Lobha) arises through a specific relationship with Kṛṣṇa in Vṛndāvana. Relationship that will be gradually cultivated.

How Lobha (greed) manifests:

"If after hearing the sweetness of the sentiments of the associates of Śrī Kṛṣṇa in Vraja-līlā, as described in Śrīmad Bhāgavatam, a devotee thinks: "May I also attain such feelings". This is Lobha."

(Rāga-vartma-candrikā 1.5)

And therefore, the chanting of the Hare Kṛṣṇa Mahā-mantra is much more concentrated, intense, focused and attentive when the Sādhaka, along with the chanting, is aware of the service rendered with his spiritual identity (Siddha-rūpa).

It is not possible to reach Niṣṭhā, Ruci, and Āsakti if we simply chant with a generic conception that God is the Supreme Being without specifying a relationship (Rasa) that is gradually cultivated through inner service with the Siddha-rūpa or Siddha-deha.

There is no comparison !!! Just try it !!! If you do, you will have an incredibly sublime experience during your Japa. Guaranteed !!!

Meaningful chanting means chanting with the right concept.

"The inner concept with which a devotee sings the Mahā-mantra will determine the fate of this same devotee." (Śrīla Bhaktisiddhānta Sarasvatī Ṭhākura)

"Chanting with specific wrong conceptions bears specific wrong results, chanting with no specific conceptions bears no specific result, chanting with specific inferior conceptions yelds specific inferior results, and, unsurprisingly, as one might reasonably gather, chanting the Holy Name with specific superexcellent conceptions yields specific superexcellent results. Not that all chanting is one." (Śrīpāda Aindra Dāsa)

Bhakti-rasāmṛta-sindhu (1.2.295):

Sevā sādhaka-rūpeṇa
Siddha-rūpeṇa cātra hi

Śrīla Rūpa Gosvāmī, in this famous verse explains that Sādhana-bhakti means serving with the physical body (Sādhaka-rūpa) and the inner body (Siddha-rūpa or Siddha-deha).

Never sleep in Japa again !!!

terça-feira, 2 de maio de 2017

Começa em ... Bhajana-kriyā


Sempre a mesma grande discussão de quando começa Rāgānugā Sādhana Bhakti. 

Só pode começar em Ruci ... não, só pode começar em Niṣṭhā ... não, só pode começar em Āsakti ....... não precisa ficar especulando !!!

Ninguém mais do que Śrīla Viśvanātha Cakravartī Ṭhākura no seu Rāga-vartma-candrikā explica que começa em ... Bhajana-kriyā !!! 

Isso mesmo. Bem no começo, depois de Sādhu-saṅga !!! 

atha rāgānugā bhakti-majjanasyānartha nivṛtti niṣṭhā-rucy-āsakty-antaraṁ prema bhūmikārūḍhasya sākṣāt svābhīṣṭaprāpti-prakāraḥ pradarśyate  

"Agora será descrito como um devoto Rāgānuga gradualmente avança através dos estágios devocionais de Anartha-nivṛtti (eliminação dos impedimentos), Niṣṭhā (fixo), Ruci (gosto), Āsakti (apego à Deidade amada), até o estágio de Prema (amor à Deus) e a realização directa da Deidade amada.

yathojjvala nīlamaṇau “tadbhāva-baddha-rāgā ye janās te sādhane ratāḥ | tad yogyam anurāgaughaṁ prāpyot-kaṇṭhānusārataḥ | ta ekaśo ’thavā dvi-trāḥ kāle kāle vraje ’bhavan” iti

No Ujjvala-nīlamaṇi (3.49) é afirmado: 

"Aqueles que foram especialmente atraídos ao humor dos Vrajavāsīs realizam Sādhana-bhajana por meio de Rāgamārga. Eles, eventualmente, alcançam um fervor adequado para adorar mais intensamente, e no devido tempo, de acordo com sua ânsia, eles nascem em Vraja-bhūmi, sozinhos ou em grupos de dois ou três."

(Rāga-vartma-candrikā 2.7)

Aqui não há mesmo nenhuma polêmica. 

Śrīla Rūpa Gosvāmī, todos os Ācāryas, Śrīla Bhaktisiddhānta Sarasvatī Ṭhākura, Śrīla Prabhupāda, todos os Gurus da Iskcon, Gauḍīya Maṭha e Parivārs estão todos em consonância.

E todos concordam que o Siddha-deha só começa a ser realizado na fase avançada de Āsakti.

Mas o cultivo do Siddha-deha começa na fase de Bhajana-kriyā.

Isto é o que Srila Visvanatha descreve no seu Raga Vartma Candrika citado acima:

"Agora será descrito como um devoto Rāgānuga gradualmente avança através dos estágios devocionais de Anartha-nivṛtti (eliminação dos impedimentos), Niṣṭhā (fixo), Ruci (gosto), Āsakti ..."

Isto é seguir gradualmente o Upadesamrta. 

Se o Raganuga Sadhaka não visualizar o seu Siddha Deha, sua identidade espiritual, é muito, muito difícil mesmo alcançar o estágio de RUCI, o que falar de ASAKTI.

Se olharmos para as definições de RUCI ou ASAKTI ... estes são estágios muito muito elevados, e eles são geralmente definidos com uma afeição MUITO PROFUNDA para o casal Divino ... especialmente ASAKTI ...

Se não temos NENHUMA IDENTIFICAÇÃO durante bhajana-kriya, anartha-nivritti e nistha ... é muito difícil chegar ao estágio de RUCI (gosto profundo) ou até mesmo ASAKTI (atracção profunda).

Se um devoto simplesmente tem um conceito genérico de ser um servo e parte de Deus sem especificar um relacionamento em qualquer uma das 5 Rasas será muito difícil alcançar o estágio de RUCI, o que falar de ASAKTI.

Vamos ver se fica claro.

Uma pessoa com um pouco de fé (sraddha) aproxima-se dos devotos e Guru. Ao associar-se (sadhu-sanga), começa a ouvir, cantar, estudar todos os livros de Prabhupada, lembrar os passatempos, adorar a Deidade (bhajana kriya).

Ao fazer isto, uma inclinação (lobha) surge por um relacionamento específico (rasa) com Krsna em Vrndavana. 

OU NÃO !!!

Pode ser que um devoto não sinta nenhuma inclinação por nenhum relecionamento com Krsna em Vrndavana e fique satisfeito com Krsna como a Pessoa Suprema, Visnu em Vaikuntha. 

O primeiro irá seguir Raga Marga.

O segundo irá seguir Vaidhi Marga. 

São caminhos diferentes, e isto fica definido em Bhajana Kriya. 

Agora, para aqueles que seguirão Raga Marga, é imperioso dar os primeiros passos na visualização do seu Siddha Deha com seus 11 aspectos (ekadas bhava). 

Imperioso !!! Isto em Bhajana Kriya !!!

As vezes, ao dar um exemplo fica mais fácil. 

Eu costumo dar o seguinte exemplo:

Digamos que alguém queira comprar alguma coisa. Pode ser qualquer coisa. Vamos dar o exemplo de um carro novo. Zero quilometro.

Primeiramente, a pessoa "visualiza" o carro que quer comprar. 

O nome do carro, a cor, os acessórios, a marca, a cilindrada, o grupo, as rodas, etc. 

Neste nosso exemplo, a pessoa não pede crédito para comprar e nem é rica para pagar o valor total na hora. Ela terá que juntar o dinheiro todo para só depois comprar o carro. Um ferrari !!!

É assim mesmo, um Raganuga Sadhaka, dá os primeiros passos da vizualização dos 11 aspectos (ekadas bhava) do seu Siddha Deha em Bhajana Kriya. É preciso salientar que o Siddha Deha é um corpo feito de desejos. Como nós queremos servir a Krsna.

A medida que vai avançando gradualmente, sua visualização torna-se mais intensa e somente no estágio avançado de Asakti é que o Siddha Deha é realmente realizado. 

O Siddha Deha é para ser cultivado. Não surge do nada. Não explode assim do nada como um saco de pipocas que explode no forno microondas BUM !!!

É um cultivo que começa desde o ínicio. 

Fim do debate !!!

Always the same great discussion of when Rāgānugā Sādhana Bhakti begins.

You can only start in Ruci ... no, you can only start in Niṣṭhā ... no, you can only start in Āsakti ....... you do not have to speculate !!!

No one but Śrīla Viśvanātha Cakravartī Ṭhākura in his Rāga-vartma-candrikā explains that it begins in ... Bhajana-kriyā !!!

That's it. In the very beginning, after Sādhu-saṅga !!! 

atha rāgānugā bhakti-majjanasyānartha nivṛtti niṣṭhā-rucy-āsakty-antaraṁ prema bhūmikārūḍhasya sākṣāt svābhīṣṭaprāpti-prakāraḥ pradarśyate  

"It will now be described how a Rāgānuga devotee gradually advances through the devotional stages of Anartha-nivṛtti (the elimination of impediments), Niṣṭhā (fixation), Ruci (taste), Āsakti (attachment to the beloved Deity), up to the stage of Prema (love of God) and the direct attainment of the beloved Deity.

yathojjvala nīlamaṇau “tadbhāva-baddha-rāgā ye janās te sādhane ratāḥ | tad yogyam anurāgaughaṁ prāpyot-kaṇṭhānusārataḥ | ta ekaśo ’thavā dvi-trāḥ kāle kāle vraje ’bhavan” iti

Ujjvala-nīlamaṇi (3.49) states: 

"Those who were especially attracted to the moods of the Vrajavāsīs performed Sādhana-bhajana by way of Rāgamārga. Eventually they attained a wealth of suitable fervor required for worship more intensely, and in due time, according to their eagerness, they took birth in Vraja-bhūmi, either alone or in groups of two or three." 

(Rāga-vartma-candrikā 2.7)

End of debate !!!